Pill food, a composição que trata seus cabelos, pele e unhas

A queda de cabelo é um dos problemas que mais assombra homens e mulheres de todas as idades, as pessoas podem estar com mil problemas de saúde, mas a questão estética sempre é a que “pega”. Perdoem-me os carecas, mas um cabelo bonito e saudável é ainda um dos melhores cartões de visita, se não o fosse não existiriam tantos produtos capilares no mercado cosmético.

No meu trabalho sempre questionam o que eu indico para a queda de cabelos, são vários os fatores que a desencadeia, pode ser genético, por algum problema hormonal, pode ser deriavada do uso de algum medicamento, pode ser alérgica, pode ser por estresse ou por simples carência de sais minerais e vitaminas oriundos de uma má alimentação o que é bem comum nos dias atuais.

Infelizmente para saber qual dos motivos gerou sua queda você deverá testar as possíveis soluções. Poderia indicar vários produtos, mas cada caso é um caso, então irei citar apenas um produto que recebo muitas dúvidas, o chamado PILL FOOD, traduzindo “Pílulas de comida”, nomezinho feio mas com resultados bem satisfatórios, pois os cabelos ficam mais fortes, resistentes a tinturas e outros processos químicos, diminui a queda dos fios e ainda o terrível frizz, aquele aspecto que parece que acabou de levar um choque!

Você deve estar se perguntando qual o segredo dessa cápsula “milagrosa”?

O Pill Food é um suplemento alimentar composto dos seguintes compostos: colágeno, biotina, vitamina E, cisteina, pantotenato de cálcio, cistina , vitaminas B6 e B2 e Metionina; ou seja, uma formulação a base de proteínas, minerais e vitaminas que entram na formação do cabelo.

Pessoas com doenças capilares são os principais adeptos dessa fórmula, para os casos de calvície o Pill Food pode ser usado como um complemento a um tratamento que esteja sendo feito, mas como trata-se de um suplemento alimentar ele apenas vai estimular o crescimento e o fortalecimento dos seus cabelos. Se por acaso a causa da sua queda de cabelo esteja relacionada a um fator genético, o uso desse produto pode não resolver o seu problema.

O bom é que esse produto tem eficácia comprovada e pode ser usado não só por quem procura benefícios para os cabelos, mas também para o tratamento de unhas fracas que tendem a ficar quebradiças ou lascadas.

Vale também ressaltar que o Pill Food aumenta a imunidade do organismo, trazendo assim benéficos para a pele, deixando-a com aspecto mais jovem e saudável.

Apesar de ser um produto de fácil acesso em farmácias de manipulação, não deixe de questionar o farmacêutico ou dermatologista sobre as possíveis causas de sua queda de cabelo!

Confira a matéria na íntegra: http://www.tatianadumenti.com.br/pill-food/

Os Benefício do Licopeno

O tão popular e conhecido da mesa de todo brasileiro, o Sr. Tomate é uma ótima fonte de vitamina C e A e de minerais, como potássio, sódio, fósforo, magnésio fibras, ácido fólico e além destes ele também fornece o tão famoso licopeno, este carotenóide é o componente responsável por dar a cor vermelha a esse fruto, assim como para a goiaba vermelha, melancia, papaia, mamão e a pitanga, ou seja um número limitado de alimentos. Assim, quanto mais vermelho o tomate, maior a concentração de licopeno. Além da coloração, outros fatores influenciam o teor de licopeno do tomate: o grau de maturação, clima e local de plantio. Os alimentos com concentração maior de licopeno são produzidos em regiões com climas quentes.

tomate-cereja-1024x739

O licopeno funciona como um potente antioxidante, isto é, atua na neutralização dos radicais livres, protegendo as células do envelhecimento precoce, além de estimular a atuação do sistema imunológico. A atividade do licopeno que mais merece destaque é a capacidade de reduzir praticamente pela metade os casos de câncer de próstata, devido sua atividade antioxidante, também afastando riscos a doenças cardiovasculares. O licopeno também tem possibilidades de atuar contra tumores de esôfago, pele e pulmão.

Tanto o tomate, como os seus produtos (molhos, pastas, sucos) contribuem com aproximadamente 85% do total de licopeno da dieta. Agora, com os preços inflacionados do tomate, o seu consumo tende a cair. Mas é possível incluir outros alimentos no dia a dia que oferecem esse importante carotenóide.

A melhor forma de ingestão do licopeno é a proveniente dos próprios alimentos; confira algumas opções de fontes de licopeno (²,³):

tabela-tomate

Deve-se consumir pelo menos 1 (um) tomate, 3 (três) vezes por semana, pois ao adotar esse hábito ele ajuda a prevenir tumores e reduzir as taxas de colesterol no organismo e também a prevenir a formação de placas de gordura nas artérias, ajudando assim o sangue circular e com isso há uma redução nos riscos de desenvolver doenças cardiovasculares, como citei acima.

O licopeno tem sido objeto de pesquisa, não há ainda uma conclusão sobre a quantidade recomendada para a população. Segundo RAO, A.V e SHEN,H. (2002)⁴, o consumo de 5 mg à 10 mg de licopeno por dia é suficiente para conseguir os benefícios do carotenóide. Outro estudo, realizado por RAO, A.V e AGARWAL, S. (2000)⁵ sugeriu que o consumo médio de licopeno para a população deveria ser de 35 mg/dia, lembrando que esse antioxidante pode ser comprado atualmente em cápsulas na farmácia de manipulação.

A cada 100g de tomate maduro podem fornecer até 20mg de licopeno. O suco de tomate tem cerca de 150mg de licopeno/litro e o catchup tem cerca de 100mg/kg do produto. Cerca de 30mg da substância (também encontrada na goiaba, pimenta e pimentão vermelhos, morango e melancia) já é capaz beneficiar a saúde do nosso organismo.

Curiosidades sobre esse antioxidante
– A absorção do licopeno pelo organismo é muito maior quando em molhos ou concentrados, do que em tomates frescos, mas a quantidade de licopeno encontrado em produtos processados depende das condições de processamento e composição dos alimentos de origem. Os níveis de licopeno nos produtos processados são mais elevados do que os encontrados nos alimentos crus, pois essa concentração do produto há no processamento do mesmo, como por exemplo, na pasta e no purê de tomate.

– O cozimento do tomate faz com que aumente a biodisponibilidade do licopeno, isto é, facilita a absorção pelo organismo.

– Outro truque é acrescentar gordura – um fio de azeite no seu molho de tomate.Ao aquecer o tomate e regar com um fio de azeite, a absorção e a ação benéfica do licopeno tem mais eficácia. Mas ao optar pelo alimento cru em saladas e outros pratos, o organismo ganhará uma boa dose de vitamina C, nutriente este que acaba contribuindo com a proteção contra as doenças cardiovasculares

– É importante lembrar que por mais que alimentos como o catchup e molhos de tomate industrializados forneçam licopeno, também oferecem sódio, conservantes e aditivos alimentares.

Confira a matéria na íntegra: http://www.tatianadumenti.com.br/os-beneficios-do-licopeno/

A Guerra diária anti-envelhecimento

Todo mundo ouve falar em anti-oxidantes e radicais livres quando o assunto é envelhecimento, sabe que existe alguma relação aí, mas não tem a mínima idéia de quê, aliás esses radicais livres deveriam estar presos?! São do grupo do mal? E presos onde?

Esse artigo escrevi pra você entender o processo e não fazer cara de entendido quando não está entendendo nada! Simplificando um dos maiores culpados é o oxigênio, respirar envelhece, mas calma, não precisa fechar o nariz!

Os antioxidantes são do grupo do bem e destroem os radicais livres, o grupo do mal e a todo momento está ocorrendo uma guerra dentro do nosso corpo, entenda.

Primeiramente, os radicais livres são moléculas que ficam “soltas” em nosso organismo, o que acaba levando essa molécula a entrar em nossas células, causando a oxidação da mesma, oxidação é sim o “enferrujamento”, “envelhecimento” da mesma, ou seja, os radicais livres lesionam ou até matam as coitadinhas de nossas células. Essas lesões levam ao envelhecimento precoce e até mesmo à várias doenças como cardiopatias, aterosclerose, diabetes e o temível câncer.

Não tem como não ser atingido por eles, já que nós o produzimos até quando respiramos ou praticamos atividades físicas, portanto o consumo dos chamados antioxidantes é a principal maneira de nos previnirmos conta a ação das moléculas de radicais livres.

Os antioxidantes atuam em diferentes formas contra os radicais livres, eles agem impedindo a formação das moléculas, também são capazes de impedir esse ataque dos radicais livres evitando a formação dessas lesões em nossas células, eles ainda podem reparar as lesões caudadas pelos radicais removendo os danos e reconstituindo as células danificadas.

Anote aí onde você encontra os anti-oxidantes, o grupo do bem:

Entre os antioxidantes estão a vitamina A, que pode ser obtida através do consumo de cenoura, abóbora, brócolis, batata doce, tomate, couve, melão, pêssego, entre outros alimentos e tem apresentado ação preventiva contra vários tipos de câncer como o de mama, estômago, bexiga e pele e vitamina C, presente em laranjas, limas, limões, pimentões, vegetais com folhas verdes e morangos e pode previnir o câncer retal ou de cólon.

Já a vitamina E está presente nas frutas secas e sementes, grãos integrais, óleos vegetais e óleo de fígado. Outro antioxidante conhecido, o selênio, pode ser obtido da carne de peixe e frutos do mar, carne vermelha, ovos, frango e alho e pode impedir danos causados por radicais livres associados a doenças específicas como artrite ou catarata.

Os flavonídes são responsáveis por “eliminar”os radicais livres do nosso organismo e também estão associados a prevenção de doenças cerdiovasculares. O licopeno é o principal flavoníde encontrado em nossa alimentação e é bastante associado a prevenção de vários tipos de câncer.

As catequínas podem ser benéficas para algumas doenças como o diabetes tipo 1, cardiopatias e infecções virais.

Os alimentos ricos em antioxidantes mostram que uma dieta variada é importante para a manutenção da saúde do nosso organismo.

Um dos antioxidantes que muito se ouve falar por aí é o resveratrol, uma substância encontrada na casca da uva vermelha e presente em vários derivados deste fruto, como por exemplo, o vinho tinto, depois que se descobriu isso muita gente começou a beber, muito cuidado aí! Além de sua ação anti radicais-livres ele evita acúmulo de colesterol, diminuindo risco de doenças cardiovasculares, combate dores articulares, previne da doença de Alzheimer, aumenta a resistência de fibras colágenas;

Outra dica interessante é a Coenzima-Q10, mas vamos deixar esse assunto pra outro artigo, pois na luta contra o envelhecimento toda informação é pouca!

E não se esqueçam sempre consultem um farmacêutico, médico endocrinologista, nutrólogo e/ou nutricionista para a indicação correta da quantidade necessária de antioxidantes para cada individuo e saiba que os alimentos podem ser utilizados como auxiliadores na prevenção e tratamento de várias doenças e não podem ser substitutos de medicamentos e outros tratamentos indicados por um médico.

guerra-anti-envelhecimento

Confira outras matérias do nosso colunista no site: www.tejardiando.com.br. Na Anjo da Guarda- Farmácia de Manipulação e Homeopatia (11 3063-1333) você encontra 60 capsúlas de resveratrol 50mg por R$45,00

Veja a matéria na íntegra: http://www.tatianadumenti.com.br/a-guerra-diaria-anti-envelhecimento/