[MINHA VIDA] 5 dicas para armazenar seus remédios de forma segura

Não é de hoje que muitas pessoas têm o hábito de manter um estoque de medicamentos em casa. Seja quem precisa tomar remédios de forma periódica ou quem apenas tenha uma precaução para os casos de dor de cabeça e cólica, o hábito de conservar uma “mini farmácia” caseira é algo que vem de gerações e acontece em toda parte.

1- Mantenha a embalagem original

O farmacêutico homeopata Jamar Tejada explica que guardar os medicamentos em sua embalagem original mantém a integridade e ajuda a conservá-los. “A embalagem foi projetada para evitar grandes variações de temperatura, umidade, exposição à luz, poeira e microrganismos que contaminam os mesmos. Além disso, nelas, você pode identificar o nome correto, o lote, a validade do produto e ler a bula”, explica o especialista.

2- Escolha locais frescos e arejados

Guardar um medicamento na cozinha ou no banheiro pode não ser uma boa ideia. 

3- Evite estojos de armazenamento

Muitas pessoas guardam os medicamentos em estojos ou caixinhas que separam os comprimidos que devem ser tomados durante a semana.

4- Cuidados durante viagens

Durante as férias ou viagens a trabalho, o modo de se guardar medicações também deve ter a atenção e cuidados necessários. “O mais indicado é utilizar embalagens térmicas, pois pode ser necessário o uso de algum resfriamento no medicamento, caso houver muita variação de temperatura entre meio externo e interno”, explica Jamar.

5- Cuidado com as crianças

Além dos cuidados para a preservação dos medicamentos, também é preciso se atentar com a segurança das crianças na hora de guardar os remédios.