[RG] DETOX CAPILAR COM PLANTAS: CABELO SAUDÁVEL, FORTE E CHEIO DE MOVIMENTO

É comum as pessoas procurarem por sucos desintoxicantes, após dias com uma alimentação desregrada, para promover uma limpeza no organismo. Você sabia que no caso do cabelo, não é diferente? Agentes externos como poluição, excesso de produtos finalizadores como condicionador, gel, spray fixador e cremes leave-in e até mesmo o sol e o suor acabam alterando a flora bacteriana saudável do couro cabeludo, por isso é recomendado realizar um detox capilar pelo menos uma vez ao mês.

Segundo o farmacêutico naturopata Jamar Tejada, conhecido como Tejard, o objetivo do detox capilar é eliminar as impurezas que são acumuladas diariamente, seja com poluição ou até mesmo pelo excesso de produtos. “Vale dizer que o detox capilar, além de promover a desintoxicação do couro cabeludo, evitando problemas como a caspa e seborreia, ajuda no controle da oleosidade, estimula o crescimento dos fios e possui ação antioxidante”, explica Tejard.

CONFIRA MATÉRIA NA ÍNTEGRA

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

[BONS FLUIDOS] ”O grande problema é que queremos tratar a insônia e não a pessoa insone, e aí que está a diferença”

Noite passada fui pra cama nada bem acompanhado, levei comigo a ansiedade de todo início de mês, a preocupação com o pagamento dos salários dos meus funcionários, o aluguel, as reclamações de saúde dos meus pacientes, o “bolinho” de contas a pagar que me aguardam na mesa do escritório, a entrevista que darei essa semana na TV que não tive tempo de revisar o assunto, a queda da bolsa de ontem e com ela meu suado dinheirinho, o medo de perder minha cachorra que está com câncer, a cirurgia enorme que a coitadinha vai passar, a irritação de não ter ido à academia, o tempo que não tenho tido ultimamente sequer para fazer mercado, o que me levou a dormir com fome e toda minha agenda do dia que se inicia daqui à pouco, às 7h dando entrevista pra rádio, às 9h num cartório da outro lado da cidade, e às 10h  reunião com representante da indústria farmacêutica. Não esquecendo que hoje às 8h é o prazo máximo pra entregar esse artigo que agora, exatos 4:20 da manhã se inicia! Juro que não é estorinha, é a mais pura verdade, estou acordado desde às 3h e não poderia escrever outro assunto que fosse mais pertinente: a maldita insônia.

Mas será que tudo é culpa dela? Exageramos na dose, levamos  todo o peso do dia pra cama e como se não bastasse, ainda assistimos TV falando sobre assassinato, estupro, caos na economia mundial, miséria, sem falar no nosso queridíssimo e insistente Covid… E você ainda espera, depois de todo esse bombardeio, ter um sono tranquilo e reparador! Vai sonhando! Ops! Vá acordando!

Muitas criaturas que me acompanham devem estar lendo esse artigo e pensando: Mas ele tem insônia? É claro que tenho! Sou humano e por mais que conheça todos os métodos pra evitá-la, não adianta! A infeliz chega e o pior é que sabemos exatamente quando e o porquê dela chegar e na grande maioria das vezes se não é por um motivo bioquímico, um desajuste nas suas funções biológicas, é por um desajuste na sua vida, ou pela maneira como você se porta mediante ela. 

O grande problema é que queremos tratar a insônia e não a pessoa insone e aí está a grande diferença. 

CONFIRA MATÉRIA NA ÍNTEGRA

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

[BONS FLUIDOS] Como ativar a imunologia desintoxicando o organismo de metais pesados

Escuto muito as criaturas falarem: “Acho que estou intoxicado por metais pesados!” sem ter a mínima idéia do que está falando.

Até pode ser que esteja, pois os metais podem estar em diversos alimentos, na água, em cosméticos e até em restaurações dentárias, e mesmo que você esteja em alto nível de exposição é praticamente impossível identificá-los pelo cheiro, sabor ou cor. 

E a questão é mais séria do que se pensa. Segundo um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), uma em cada três crianças e adolescentes do mundo todo estão intoxicados por chumbo, que pode causar diversos problemas à saúde.

Quando se fala em “metais pesados” logo se pensa em peças de ferro, panelas de alumínio, poluição, etc. O que a gente não pensa é que os metais pesados são naturais e que muitos deles são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo, mas podem também ser muito tóxicos. É preciso se livrar dos excessos e efeitos colaterais que podem trazer, como por exemplo a vulnerabilidade ao coronavírus, aliás não só a ele mas a todas doenças, pois um organismo intoxicado tende a ter sua imunidade abalada.

Todos os metais são encontrados naturalmente no solo com gravidade de, pelo menos, 5 vezes a da água e alguns deles como zinco, ferro, manganês e mesmo o cobre que nos ajuda a absorver vitamina C, são fundamentais para a boa engrenagem da máquina que é o nosso corpo.

Confira matéria na íntegra aqui
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

[GQ] Seu cabelo está caindo? A alimentação pode ser um dos motivos

A queda capilar é um problema que atinge diversas pessoas, principalmente os homens. Ela, geralmente, está ligada a fatores hormonais, que podem ocorrer devido a herança genética ou provocadas por algum desequilíbrio, senha orgânico ou até mesmo emocional. Mas o que muitas pessoas não sabem é que uma dieta desequilibrada age diretamente sobre os fios, impedindo seu desenvolvimento, seja em questão do volume e espessura ou até na queda dos fios.

Segundo Jamar Tejada, farmacêutico naturopata e fundador da Che Figo, marca de produtos naturais e sustentáveis para os homens, uma má alimentação leva a falta de nutrientes, assim como um quadro inflamatório e desequilíbrio na flora intestinal. Tudo isso faz com que ocorra uma má absorção dos nutrientes que são necessários para o crescimento e desenvolvimento saudável dos fios. “Quanto mais alimentos processados, industrializados, refinados, mais pobre e inflamatória a dieta, logo pior será o processamento de nutrientes respondendo sobre todo o organismo e diretamente sobre os cabelos, pele e unhas. A má alimentação aliada a agentes externos como poluição e uso de produtos incorretos, ou da forma incorreta, levam a obstrução do couro cabeludo”, explica Jamar Tejada, conhecido como Tejard.

Confira a íntegra aqui!

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

[LIVE REVISTA MÁXIMA] Dicas de como controlar a compulsão por doces

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp