[TERRA] Probióticos: as bactérias que são aliadas da nossa saúde

Os probióticos são microorganismos que ajudam na digestão, absorção de nutrientes, desintoxicação, formação de hormônios e vitaminas, entre tantas outras funções, fortalecendo nosso sistema imunológico. Essas bactérias são dos mais variados tipos e atuam também contra microorganismos causadores das mais diferentes doenças (…)

“Elas agem por todas as mucosas do organismo, por um sistema que integra todo nosso corpo, seja pela boca, estômago, trato respiratório, intestino e desenvolvem funções diferentes trazendo mais saúde para quem as tem em equilíbrio”, explica o farmacêutico homeopata Jamar Tejada (Tejard), da capital paulista.

Essas bactérias chamadas “boas” equilibram a flora intestinal, trabalhando a nosso favor. Para Jamar, são esses organismos atuam bem além do processo digestivo. “Cada 1 milímetro do intestino existem 10 bilhões de bactérias (em média temos 2 kg de bactérias só no trato intestinal) que devem estar em harmonia para que o corpo absorva os nutrientes e trabalhe como escudo para as doenças”, explica o especialista.

Com a vida corrida e desregrada, os probióticos nunca estiveram tão em alta. “O excesso de alimentos industrializados, a carência do nosso solo deficiente em vitaminas e sais minerais, a falta de atividade física e o estresse reduzem a nossa população de bactérias benéficas e, naturalmente, nossa força de combate contra as bactérias ditas do mau dentro do nosso corpo, interferindo na nossa homeostase”, alerta.

É possível repor os probióticos através da suplementação alimentar. O farmacêutico ensina que a ingestão de alguns alimentos como fibras e iogurtes podem ajudar, mas para garantir com segurança que essas bactérias consigam chegar com melhor integridade até o intestino e melhorar significativamente a “população” de bactérias do bem que necessitamos, é essencial combinar os bons hábitos alimentares com sachês e cápsulas de probióticos- que são as versões de probióticos manipulados e devem ser prescritos por um médico, nutricionista ou farmacêutico”, finaliza Jamar.